Como num contrato estou enjaulado.

Você diz que me ama.
Mas amor é liberdade.
Então o que vivemos?
Quando assinei, não li as cláusulas do nosso contrato.
Pra onde foram meus amigos?
Você costumava criticá-los.
Pra onde foi toda a diversão?
Divertir-me sem você era errado.
Agora estou só. Só, com você.
Você promete nunca me abandonar?
Mesmos dois corpos lado a lado, podem estar separados?
A sedução é como um jogo, te atraí, te engana. Finge ser Amor. E no fim te prende num labirinto de dor.
Mas o que faz a terra girar são os passos desesperados dos amantes enganados.
Eles estão por todo o lado.
Nas famílias, nas músicas, nos filmes, nos restaurantes, nos cobertores, seus corpos podem estar grudados, mas seus corações estão enjaulados.
Dentro de seus medos ninguém pode entrar.
Vivem seus medos enjaulados dentro de um falso relacionamento separado.
Carregam a bandeira do falso amor, sem ao menos nunca terem amado.
Beijar, abraçar, dividir o travesseiro, usar anéis nos dedos, transar.
Isso não pode definir o amor, pois o amor não é definido por atos.
Ame para fazer, não faça para encontrar o amor.
O amor está na essência dos atos.
Buscam nos atos o que não pode ser encontrado.
Aqueles que fingem amar, buscam em alguém serem completados.
Acreditam cegamente no falso amor e vivem frustrados.
São movidos pelo medo da solidão. Medo de serem abandonados.
Chamam medo de amor, sem ao menos duvidarem.
Buscam amor no lugar errado, por medo de encontrarem.
Grandes sábios que por aqui já passaram deixaram o mesmo recado:
O amor é ilimitado e é impossível limitá-lo a algo separado.
Só existe um amor e ele inclui a todos, pois foi do Amor que fomos criados.
Se rejeita alguém, te deixa inseguro ou desconfiado, o Medo está ao seu lado.
Se inclui a todos, te trás paz e confiança, o Amor é o seu aliado.
Não há mais desculpas, é o fim da confusão.
Liberte-se procurando em si o que por tanto tempo esteve guardado.
O ingrediente do qual fomos criados continua intacto.
Só você tem a chave para abrir o cadeado.
Algo que sempre esteve em você trancado.
Está em você, é hora de ser.
Liberte sua vontade de amar sem limitar, a alguns, a algo ou a um.
O amor é muito grande para se limitar.
Não finja mais amar, isso só vai te magoar.
Ame.
Pois é para amar que fomos criados.
Viva a liberdade do Amor, pois o amor não está nos rótulos, inseguranças, o Amor não assina contratos.

Erick Mafra, Caçador de Milagres.

Eu amo receber as mensagens de vocês no e-mail, facebook, twitter e até instagram.
É tãããão gostoso saber que os textos tocam alguém do outro lado da telinha do computador ou celular.
Obrigado.

9 respostas
  1. Elias Profeta
    Elias Profeta says:

    Olá Erick Mafra! Lembro de vc no Colirios Capricho e depois de muuuito tempo, tipo ontem comecei a pesquisar sobre vc e percebi o quanto você é incrivel. Você consegue transmutar sentimentos em forma de palavras, e com isso, leva multidões!
    Obiviamente já estou amando platonicamente, mas pode ficar tranquilo que só o respeito e um sorriso de gratidão, será de bom tamanho….
    Moro em Belo Horizonte-MG, mas tendo oportunidade, será um prazer te conhecer…
    Abraços e Beijosss

    Responder
  2. duda :)
    duda :) says:

    Conheci seu blog a pouco tempo e já estou apaixonada! Seus textos e fotos transmitem uma paz maravilhosa. Você fala do Amor com uma simplicidade e de uma forma única. Muito obrigada Erick, obrigada por me apresentar a Nova Cultura, por mudar meu jeito de reagir a diversas coisas, e por sempre transmitir o Amor. Obrigada por ser você. Te amo infinito! Beijos, Duda <3

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *