ENGLISH // PORTUGUESE

This letter is just a consequence of our history together.

People entitle themselves fans of somebody and that puts them a certain distance away from their “idol”.
But I don’t want distance. It’s not true that we can be apart from each other.
You entered my life as a remembrance of something I was starting to forget.
Ever since I came here, for several times I thought about giving up and it was in one of those moments that I met you.
You sang a song called “Lost”, and by saying in that simple song that somebody had lost their way and forgotten who they were, you touched the depths of my heart, and by the end of the song you raised a question “Is there a Light?”, and from that moment on I felt that I was no longer alone, and neither were you, because nothing could divide us and together we would find that Light.
I was 14 and I started to look into everything about you, and I found out that you also came from a religious family and that there was a conflict between following the patterns preached by the church and being who you are.

I found out that everything isn’t so heavy and sinful as they said it is and that life can be light.

I saw that I could have my own relationship with God.

I saw that there was another way to live.

And that the world changes, things change, and people change their way of looking at things and that’s alright.
What if I told you that I’ve always been crazy about candy, like having a drawer in my room filled with them, and I’d have some in my school bag and always have a chocolate bar ready for my friends.

And I have something to tell you, maybe this will make you smile. But you can always surprise people, more than anyone can imagine. It’s crazy, because that makes me so interested in you!

I’m sitting at home in the afternoon, after class, talking to my virtual friends or on Tumblr, and, suddenly, BOOM, you surprise me on Twitter with another music video filled with joy and candy.

Yeah, neither I, nor you… Nobody resists candy.
As I said at the beginning of the letter, I’ve never seen you as a fan would. We were partners.
I’d watch every one of your steps, notice how you cared about everything.
I saw your movements and I saw that all of your commitment resulted in spontaneous fruits, and I saw your acceptance growing more and more, and I felt proud at every achievement, as if they were mine.
Until you announced you were coming to São Paulo
I celebrated with all my heart with a single certainty: we would finally meet each other.
And so the day of the show came.
If I could describe the feeling, it would be: Fireworks.
I arrived and stayed right by the stage.
You started the show and everything I wanted to say was how much I loved… you.
My eyes gazed at yours and all I wanted was to hug you.
Thoughts invaded my mind. One decision: I would hug you.
You were singing to the public, every song that was a part of my history until that moment.
I was at the grid, we were a few meters apart, some in height.
There were bodyguards, but, between them, amplifiers that formed a ladder to you.
I told our story to some Katycats that were by the grid with me and they’d help me jump over it and get to you.
São Paulo screamed your name and so did I, you were touched.
It was the last song and I started my plan to be able to hug you.
The Katycats raised me, I jumped over the grid. I ran to the first amplifier, I did it.
I got up to the second. Getting to the third I saw Katy and jumped to the stage. The bodyguards ran trying to stop me.
But before that you got everyone wet with a foam (whipped cream) bath and with a rain of heart-shaped confetti, I ended up slipping as I stepped on the stage by the end of the last song.
I woke up at the infirmary with the bodyguards telling me how irresponsible that was, but everything was ok in the end and I saw that our meeting was not when I would want it, but at the time it was marked in our hearts.
A few years went by and I, just as you, have people who follow me.
I no longer saw love in the world, I felt repressed and I thought that love and cuteness made me frail and I didn’t know what to give to those people who followed me.
I was at the darkest hour of my life, but you managed to surprise me again.
I was going to give up and you reminded me of myself.
You brought an album, which calling an album is too little. You brought a gift from God, and those that can see with their hearts will know.
I thought about leaving and you told me to stay.
I had forgotten about myself and you sang to remember me.
I decided to listen to nobody else, but your voice I chose to hear.
I forgot my calling, but you helped me remember it.
Today I decided to assume who I am, to live the Unconditional Love, without fear.
And you were a part of my way so far.
For each step I take, I’ll have you on my mid.
Because I understand you, we agree with each other.
Like a double rainbow in the sky.
And wherever you go, I’ll go too.
Because it’s hard to find a double rainbow.
All we have is this moment.
Tomorrow is unspoken.
Yesterday is a story.
So, why aren’t you here with me?
I love you endlessly, Katy.

P.S.: If you go through my Instagram, you’ll be able to follow moments of the letter. <3

Carta aberta de Erick Mafra para Katy Perry
As pessoas se intitulam fã de alguém e isso as coloca a uma certa distância do seu “ídolo”.
Mas eu não quero distâncias, não é verdade que podemos ser distantes.
Você entrou na minha vida como uma relembrança de algo que eu estava esquecendo.
Desde que cheguei aqui, várias vezes pensei em desistir e numa dessas fases eu te conheci.
Você cantava uma música chamada “Lost”em português “Perdido” e ao dizer nessa simples canção sobre alguém que havia se perdido em seu caminho e esquecido quem era, tocou o mais profundo do meu coração e ao fim da canção levantou uma questão “Existe uma Luz?’’ e a partir daquele momento eu senti, que eu não estava só, nem você, pois nada poderia nos separar e que essa Luz juntos iríamos encontrar.
Eu tinha 14 anos e comecei a pesquisar tudo sobre você, e descobri que sua família também era religiosa e que havia um conflito entre seguir os padrões que a igreja pregava ou ser quem você é.
Descobri que tudo não é tão pesado e cheio de pecado quanto eles diziam, e que a vida pode ser leve.
Vi que poderia ter meu próprio relacionamento com Deus.
Vi que existia um outro jeito de viver.
E que o mundo muda, as coisas mudam, e as pessoas mudam a forma de ver as coisas e tudo bem.
Se eu te contar que sempre tive uma paixão por doces, daquelas de ter uma gaveta do quarto cheia deles, de levar na mochila do colégio e sempre ter uma barra de chocolate para um amigo em mãos.
E tenho algo a lhe dizer, talvez isso te faça sorrir. Mas você sempre consegue surpreender, mais do que qualquer um possa imaginar. Isso é louco, porque me deixa vidrado em você!
Eu estou em casa à tarde depois da aula, conversando com meus amigos virtuais ou no Tumblr, e, de repente, BOOM, você me surpreende no Twitter com um vídeoclipe recheado de alegria e docinhos.
É, nem eu, nem você… Ninguém resiste a docinhos.
Como eu disse no começo da carta, nunca te vi como fã. Nós éramos parceiros.
Assistia a cada passo teu, percebia o cuidado que você colocava em tudo.
Vi todos seus movimentos e vi que todo seu comprometimento devolveram frutos espontâneos e vi sua aceitação crescendo cada vez mais, e sentia orgulho a cada conquista, como se fossem minhas.
Até que você anunciou que viria à São Paulo.
Festejei com todo meu coração com uma única certeza: finalmente iríamos nos conhecer.
E chegou o dia do seu show.
Se eu pudesse descrever a sensação, seria: Fireworks.
Cheguei e fiquei em frente ao palco.
Você começou o show e tudo o que eu queria dizer era o quanto eu amava… você.
Meus olhos fitavam os seus e tudo o que eu queria era te abraçar.
Pensamentos invadiam minha mente. Uma decisão: eu iria te abraçar.
Você cantava ao público, todas as músicas que fizeram parte da minha história até aquele momento.
Eu estava na grade, estávamos a poucos metros de distância e alguns de altura.
Havia seguranças, mas, entre eles, caixas de som que formavam uma escada até você.
Eu contei nossa história para alguns Katycats que estavam em frente à grade comigo e eles me ajudariam a pular e chegar até você.
São Paulo gritava seu nome e eu também, você se emocionava.
O show estava na última música e eu comecei meu plano de poder te abraçar.
Os Katycats me levantaram, pulei a grade. Corri até a primeira caixa de som, consegui.
Subi até a segunda. Ao chegar até a terceira avistei Katy e pulei para o palco. Os seguranças corriam tentando me impedir.
Mas antes você molhou todos com um banho de espuma (chantily) e com uma chuva de papel picado em forma de coração, eu acabei escorregando ao pisar no palco no fim da última canção.
Acordei na enfermaria com os seguranças me dizendo o quão irresponsável foi aquilo, mas no fim ficou tudo bem e eu vi que nosso encontro não era no momento em que eu queria, mas sim no momento em que estava marcado em nossos corações.
Passaram-se alguns anos e eu, assim como você, tenho pessoas que me acompanham.
Eu já não via mais amor no mundo, me sentia reprimido e achava que amor e fofura me tornavam frágil e não sabia o que entregar para as pessoas que me seguiam.
Eu estava na fase mais escura da minha vida, mas você conseguiu me surpreender novamente.
Eu ia desistir e você me lembrou de mim.
Você trouxe um álbum, que rotular de álbum é pouco. Você trouxe uma dádiva, e aqueles que souberem ver com o coração saberão.
Eu pensava em ir embora daqui e você me falou pra ficar.
Eu havia esquecido de mim e você cantava a me lembrar.
Eu decidi ninguém mais ouvir, mas sua voz eu decidi escutar.
Eu esqueci minha função, mas você me ajudou a relembrar.
Hoje eu decidi assumir quem sou, viver o Amor Incondicional, sem medos.
E você fez parte do meu caminho até aqui.
Cada passo que eu der, vou tê-la na minha mente.
Porque eu te entendo, estamos de acordo.
Como um arco-íris duplo no céu.
E onde quer que você vá, eu também vou.
Porque um arco-íris duplo é difícil de encontrar.
Tudo o que temos é este momento
O amanhã é implícito.
O ontem é uma história.
Então, por que você não está aqui comigo?
Eu te amo infinito, Katy.

Ps: Se vocês fuçarem meu instagram, irão poder acompanhar momentos da carta.
Essa carta eu dedico a todos aqueles que já se deixaram cativar por alguém independente da distância, das diferenças e de todas barreiras, pois O Amor Verdadeiro não reconhece distâncias, diferenças ou barreiras.
Marquem a Katy para que chegue a ela. Obrigado. <3

IMG_5419

6 respostas
  1. Beatriz Senuk
    Beatriz Senuk says:

    Erick, parabéns pela carta. Me fez rir, chorar, vc conseguiu expressar todos os sentimentos. Te acompanho desde a época dos colirios e sei bem o quanto vc a ama. Amor de “fã” é dificil, a distancia, as barreiras, sempre tenta nos afastar deles mas somos fortes o sulficiente pra ficar até o fim. Estou fazendo a minha parte pra que essa carta consiga chegar a ela. Eu acredito em vc, acredito em NÓS. Tudo podemos conseguir com amor, e sei que todos que estão ajudando estão fazendo com amor. Essa varta vai chegar SIM a ela, vc vai ver.
    Bjs, te amo infinito ??
    @beasenuk

    Responder
  2. Cyz
    Cyz says:

    Não existem palavras que possam descrever o amor que tem nessa carta! Mesmo que ela não leia, ou se ela ler, isso não muda o que vocês são! O que nós somos! O amor incrível que somos!
    Amo você infinito Erick Amorzinho Mafra! ?

    Responder
  3. Jair José
    Jair José says:

    Cara , você é incrivel !!! Não tenho palavras para dizer o tanto que me indentifiquei lendo esta carta , voce merece tudo de bom na sua vida , espero que esse seu sonho de realize o quanto antes. Sucesso !!

    Responder
  4. Trizi
    Trizi says:

    Fé em Deus , Vai Chegar até ela , e conte comigo , estou fazendo o Possivel e o Impossivel kkk , Tenho Certeza que vale a pena Todo esse Esforço <3

    Responder
  5. João Pedro Agner
    João Pedro Agner says:

    Erick, eu sou muito fã seu. Eu conheci você por meio dos snaps da Nah (que eu amo também) e nesse momento eu estava passando por uma fase muito triste na minha vida e seus textos me fizeram chorar (eu até chorei com um deles) e eu acho você maravilhoso! Por favor lança um livro com textos que eu compro na hora :) Beijos, beijos e beijos <3

    @joaopedroagner

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *